Problemas na educação dos filhos, conflitos entre o casal

PERGUNTA de leitor do site: Olá, sou casado a 8 anos e tenho uma filha de 6. Moramos com meus sogros mas até então são tranquilos. O que me chateia é a forma que minha esposa trata nossa filha. A menina se acha a dona da casa. O único que tem uma autoridade mais firme sou eu. E quando vejo ela “mimando” a criança, lá vai eu tentar intervir, apenas pra começar mais uma discussão. Ex.: Fizemos conflitoscasalsuco de limão pro almoço, mas a menina quer de uva, e lá vai a mãe fazer. A menina acostumou a comer com a mãe dando comida na boca, mas a mãe alega que ela só come bem assim. A menina quer comer assistindo vídeos no cell, se eu não tiver perto pra tomar o cell a mãe para suas obrigações e vai dar comida na boca da menina pra ela continuar assistindo, senão “a comida vai esfriar. Cara, eu fervo meu sangue com isso. É tão estressante que estou parando de corrigir pra não haver discussão. E o pior é que minha esposa se finge de desentendida ou então fica querendo justificar as ações da menina com falhas minhas. Não sei o que fazer, só a separação me vem à cabeça.

 

Giuliano: A educação dos filhos é realmente um assunto delicado, muito comum haver diferenças entre os pais sobre a forma de educar os filhos. É também um dos fatores que mais levam ao divórcio, tanto quanto problemas financeiros também contribuem para a separação.

Se observarmos o mundo da gestão empresarial, sabe-se, por exemplo, que cada departamento precisa ter apenas um chefe, um responsável que ira responder pelos resultados daquele departamento. Nunca temos dois chefes com poderes iguais liderando a mesma equipe, isso não existe no mundo empresarial! Ao mesmo tempo, essa é a realidade da paternidade!! É uma divisão de poderes e responsabilidades. Para que ela dê certo, os pais precisam estar em sintonia sim, mesmo porque os filhos são espertos. Os filhos sabem sentir quando há conflitos entre os pais e usam esses conflitos a favor deles. Exemplo, há a regra de que não se pode dormir tarde, a criança sabe qual dos pais é mais fácil de manipular, então focam os esforços ali para conseguirem dormir mais tarde algum dia.

Como disse, é extremamente importante a sintonia entre os pais para que essa grande tarefa, talvez a maior do mundo, que é a ser pai/mãe, funcione. Mas aí temos um outro grande desafio…. que é justamente cuidar da sintonia do casal…

Para que haja sintonia entre o casal, é preciso haver amor, respeito, consideração, tolerância, bom diálogo, admiração e afeto entre eles. Só assim, terão sintonia para levar adiante essa nobre tarefa de criar e educar os filhos. E aqui não há receitas prontas nem modelo de perfeição! É um caminho repleto de erros, acertos, ajustes e isso de forma constante, onde cada casal achara seu ponto único de equilíbrio.

Ou seja, educar os filhos como um casal unido é um verdadeiro malabarismo que requer muito amor, respeito, sintonia e diálogo entre os pais.

Conheço casais que estão passando por dificuldades como traição ou falta de emprego e que, por terem esse problema, perdem a sintonia do casal. Além de perderem a sintonia como um casal, começam a ter problemas de conflitos na educação dos filhos…. Afinal, uma coisa está ligada a outra! Conheço mulheres que quando descobrem que estão sendo traídas, começam a dar o “troco” no marido através da educação dos filhos, fazendo com seus filhos exatamente o que sabem que deixara o marido irritado. Com isso, a educação dos filhos acaba virando um espaço para atingir o outro. Obviamente, isso só piora as coisas, tanto para o casal quanto para os filhos.

Minha sugestão é ter em mente sempre que uma boa educação dos filhos requer sintonia entre os pais, e aqui podem ser pais casados ou separados! E preciso que haja esforço e empenho do casal para que mantenham o diálogo, o respeito e a consideração sempre entre si, só assim as chances de uma boa educação aumentarão.

Sei que o caminho mais simples, as vezes, parece ser a separação… Mas mesmo separados, a tarefa de educar os filhos continua! Muito comum alguns pais/mães que desistem do casamento, desistirem também da tarefa de educar seus filhos, o que sempre trará problemas futuros para todos os envolvidos, inclusive para os filhos deixados para trás.

Sim, ter e manter a sintonia em uma relação a dois no decorrer dos anos não é tarefa fácil, assim como criar e educar filhos também não é! Mas fazer isso pode se tornar uma grande fonte de crescimento e evolução, portanto pode sim ser uma fonte de grande de felicidade e realização. Por isso, tantas pessoas optam por terem uma relação a dois e tantos outros em terem filhos.

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,

Ainda sem comentários.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s