Coaching com Bruninho do Volei – Preparação Olimpiadas Rio 2016

Reportagem Jornal O Dia

BruninhoCoachingFotoGiuRio2016

Bruninho investiu em trabalho mental e cresceu no vôlei italiano

Ouro olímpico coroa ciclo importante na vida do levantador

27/08/2016 23:29:32 – JORNAL O DIA

Ana Carla Gomes

Rio – As duas medalhas de prata já tinham colocado o seu nome na história dos Jogos Olímpicos, mas, depois de Londres-2012, Bruninho passou a perseguir o ouro a todo custo. O lugar mais alto do pódio o desafiava a cada instante e o fazia crescer. Ele não apenas sonhou em tê-lo, mas se preparou para alcançar sua meta. No trabalho desenvolvido pelo coach Giuliano Milan, o levantador encontrou um aliado precioso para os treinos e a preparação física. Já experiente e calejado, deixou o país em direção à Itália para crescer ainda mais no Modena, enfrentando um campeonato equilibrado e uma torcida exigente.

“Depois de Londres, fiquei bem frustrado pela maneira como foi aquela derrota (para a Rússia). Coloquei alguns objetivos na minha cabeça e o grande sonho era ser campeão olímpico. Sabia que jogar uma Olimpíada no Brasil seria uma coisa diferente e teria que me preparar para isso”, conta Bruninho.

E o resultado apareceu: “A gente começou a trabalhar e comecei a entender melhor os meus sentimentos. Isso me ajudou a me controlar melhor, a ficar menos triste nas derrotas, a me remoer menos, a conseguir ser mais rápido na minha recuperação.”

O trabalho com Giuliano — que envolve diálogo e exercícios de respiração — fez Bruninho assistir novamente ao jogo contra a Rússia, na disputa do ouro em Londres, quando o Brasil teve chances de fechar a partida, mas os rivais viraram e ganharam por 3 sets a 2.

“A filosofia que tenho é que a vontade de ganhar precisa ser maior do que o medo de perder. Só queria equilibrar para ver se o medo de Londres era uma coisa que seria maior ou igual à vontade de ganhar. E não poderia. Talvez ele tivesse a memória de que Londres foi um grande desastre, mas assistindo novamente poderia ver que houve coisas boas, que não foi tão ruim assim, que algumas coisas poderiam ser ajustadas, sim, para chegar à medalha de ouro”, explica Giuliano, que é palestrante e autor dos livros ‘Relacionamentos Que Dão Certo’ e ‘É Preciso Pouco Para Ser Feliz’.

E foi o que aconteceu. “Assisti à final no início do ano. Estava sozinho na Itália. E foi tranquilo. Tinha uma parte do jogo meio apagada na minha cabeça. Vi que os caras tiveram algumas bolas geniais que eles tiraram da cartola. A gente jogou, só que os caras acabaram sendo melhores do que a gente naquele momento”, recorda Bruninho.

Bruninho conquistou ouro olímpico, após duas medalhas de prataDaniel Castelo Branco

POSITIVIDADE

Aquela prata voltou à mente e passou a ser mais valorizada </IP>num momento crucial dos Jogos do Rio: a partida contra a França, a última da fase de grupos, que virou um duelo de vida ou morte. “Eu pensei: ‘Perdi uma medalha de ouro, mas olha isso agora, eu posso ser nono lugar’”, relembra.

O Brasil se classificou e começou ali a caminhada rumo ao ouro. Antes da final contra a Itália, Giuliano enviou uma mensagem a Bruninho desejando a vitória por 3 sets a 0, que se concretizou. “Ele diz que não tem problema nenhum você desejar que as coisas sejam mais tranquilas do que você está esperando”, conta Bruninho, tentando descrever a sensação do ouro: “É um misto de muita coisa. Era o maior sonho da minha vida, o momento mais importante.”

A passagem pelo Modena, onde o levantador ganhou o Campeonato Italiano, a Supercopa e a Copa Itália, contribuiu para a sua evolução: “Amadureci. Ficar sozinho lá, querendo ou não, é uma outra vida. No Brasil, ganhei seis Superligas. Tinha esse sonho de ser campeão italiano. Foi muito importante jogar no alto nível sempre. A gente tem uma boa Superliga, mas lá qualquer jogo é pauleira.”

RELAÇÃO COM O PAI

Bruninho também refletiu sobre a relação com o pai, Bernardinho. Quando entram em cena o técnico e o capitão, o convívio entre pai e filho fica de lado. “Meu pai melhorou muito, foi ficando mais leve. Foi uma coisa que tentei colocar na cabeça dele, de positividade”, ressalta.

Ele diz que chegou a hora de o pai, que também é técnico do time feminino do Rexona-Ades, diminuir o ritmo de trabalho: “É hora de desacelerar. Sei o quanto ele ama, mas o dia a dia é desgastante. Ele tem que curtir mais a família.”

A curto prazo, o próximo desafio de Bruninho é levar o Sesi (SP) ao título da Superliga. “Sou fominha, gosto de ganhar e o Sesi já não ganha há algum tempo. Seria maravilhoso poder voltar e conquistar um título. Mas sei da dificuldade”, diz. Uma das vantagens será ficar mais próximo da mãe, a ex-jogadora Vera Mossa, que mora em Campinas: “Vou estar do lado. Quando escolhi, pensei que seria bacana mesmo ficar perto de casa.”

Finalmente, Bernadinho foi campeão olímpico ao lado do filho

Aos 30 anos, ele não descarta ir aos Jogos de Tóquio, em 2020. O levantador William, de 37, já avisou que sonha com mais um ciclo. “Ele disse que a gente tem que ir junto de novo (risos). Quero muito. O grande orgulho da minha vida é representar o meu país. Se deixarem, a gente vai (risos)”, avisa Bruninho.

E se diverte com a possibilidade de ter a companhia de dois amigos no Japão: “O surfe vai para a próxima Olimpíada. Eu, o Medina (o surfista Gabriel Medina) e o Neymar brincamos que a gente tem que ir junto para Tóquio.”

Reportagem Jornal O Dia – link: http://odia.ig.com.br/esporte/2016-08-27/bruninho-investiu-em-trabalho-mental-e-cresceu-no-volei-italia

Trackbacks/Pingbacks

  1. Como lidar com pessoas ignorantes e prepotentes que acham que estão sempre com a razão ? | - Setembro 14, 2016

    […] ENTREVISTA DE GIULIANO MILAN COM BRUNINHO DO VOLEI  […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s