Pergunta de Portugal: Problema de relacionamento entre padastro e enteado, o que fazer?

Pergunta de leitora de Portugal: Hoje me cadastrei no seu site e comprei o seu livro “é preciso pouco para ser feliz”, neste momento a minha tristeza é o meu marido não se dar com meu filho (não é filho dele), o meu filho (11 anos)  tem um feitio muito especial mas é muito teimoso e acha que ele é que tem razao. Nao sei que fazer para ele mudar de feitio ,será que me pode dar uma ajuda dizendo que fazer? só agora comecei a ler seu livro e estou adorando, ando á procura de respostas tipo que faço eu aqui neste mundo,espero encontrar essa resposta. Desejo toda a felicidade pra você.

Giuliano: Acho normal e natural um menino de 11 anos, que está entrando na adolescência, ser teimoso e achar que tem sempre a razão. Mas entendo ser delicada essa relação entre padastro/madastra e enteado em qualquer família! Apesar de delicada, essa relação não precisa significar ser impossível ou mesmo complicada!

Não sei se faz tempo que você se casou com seu marido, ou se é algo recente. Mas a iniciativa de mudança precisa sempre partir dos adultos dentro de uma relação. São os adultos que conduzem as mudanças, que iniciam o diálogo, afinal não podemos esperar maturidade de uma criança com 11 anos.

O padrasto precisa estar aberto e disponível para focar atenção em melhorar esse relacionamento com o enteado dele até para que ele tenha mais qualidade de vida dentro de casa no dia a dia e, quem sabe, consiga ser mais feliz também. Afinal de contas, relacionamentos são uma fonte de alegria e felicidade, sem essa área da vida funcionando fica difícil ser feliz!

Você pode conversar com seu marido ajudando-o a ver a importância dele se relacionar bem com o enteado e a oportunidade que eles tem de desenvolver uma relação de amor e amizade. Esse é um importante passo. O que acontece geralmente é que ao buscar um relacionamento novo, os pais buscam alguém que gostem e que amam, mas esse alguém pode não ser uma pessoa que seus filhos gostem! Da mesma forma que você pode não gostar futuramente de alguma namorada de seu filho…

É normal termos facilidades de convívio com algumas pessoas e com outras pessoas termos mais dificuldades de convívio. Faz parte da vida aprendermos a nos relacionar com ambas!

Pode ser sim que seu filho tenha um gênio difícil e que não bata com o gênio do padastro mas isso não significa guerras e conflitos. Já vi muitos casos onde os padrastos têm ciúmes dos seus enteados e o relacionamentos que eles tem com as mães que, afinal, são suas mulheres. Nesse caso, quem precisa estabelecer os limites é você.

Separe alguns momentos da semana para fazer passeios apenas você e seu filho, nesses passeios escute seu filho, os anseios dele, as duvidas e assim por diante fortalecendo o vinculo de amor e amizade entre você, escolha passeios que ele goste obviamente. Também separe momentos para ficar apenas com o seu marido, dando a ele a sua atenção e amor. Dessa forma, eles se sentirão mais seguros pois saberão que podem ter a sua atenção e amor sempre sem precisar competir entre si por ela.

Se seu marido estiver pronto e disponível para viver uma amizade com seu filho, isso significa estar pronto para ceder, compreender, perdoar, dialogar, escutar e assim por diante, quem sabe ele também não poderia criar um momento semanal para sair apenas ele e seu filho. Eles podem praticar juntos algum esporte que eles gostem e assim por diante. Isso poderá ajudá-los a se compreender melhor.

Dividirei aqui com você alguns exercícios que podem ajudá-la dentro desse desafio e outros que você venha a viver no futuro:

Afirmações, positividade e otimismo: é importante mantermos nosso otimismo dentro de qualquer desafio. Só encontram soluções aqueles que acreditam que elas existam mesmo antes de encontrá-las! Sugiro que você formule frases positivas sobre esse desafio para repetir para si mesma, seja em voz alta ou apenas mentalmente, todos os dias. Sinta-se a vontade para formular as suas próprias frases positivas. Algumas sugestões para você:

Os meus relacionamentos melhoram a cada dia;

Sei exatamente o que fazer para melhorar os meus relacionamentos e faço!

Desafios são apenas momentos de aprendizado em minha vida e estou aberta para aprender com eles.

(Caso acredite numa força superior, como Deus, seguem outras sugestões)

Sou guiada por Deus momento a momento para melhorar meus relacionamentos.

Só há uma força operando dentro desse conflito que é a força de Deus, por isso confio e acredito apenas em desfechos positivos!

Já lancei no Brasil meu próximo livro “Relacionamentos Que Dão Certo”, (clique aqui para saber mais) que trata exatamente do assunto de relacionamentos, mas esse livro não está a venda ainda em Portugal.

Quando estamos mais calmos e relaxados, naturalmente nos tornamos mais sábios.  Por isso, é muito importante cultivar a calma durante desafios.Sugiro que você pratique esse exercicio de relaxamento: clique aqui.

Sobre suas indagações e questionamentos a respeito da sua vida, como mencionou na sua pergunta, tenho certeza que a leitura do livro É Preciso pouco para ser feliz” poderá ajudá-la além desse website já que aqui também contém muitas perguntas e respostas sobre questões assim, aproveite!

One Comment em “Pergunta de Portugal: Problema de relacionamento entre padastro e enteado, o que fazer?”

  1. silvia
    Agosto 25, 2011 às 1:49 pm #

    um muito obrigado pela sua atençao e pela sua resposta tao rápida
    desejo toda a felicidade para voce e seus mais queridos
    que Deus esteja com voce

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: