Depoimentos sobre Felicidade: livro ¨ É Preciso Pouco Para Ser Feliz ¨

Sobre o Livro: apresenta uma nova visão sobre formas de ser feliz.  Para ser um livro leve e de fácil leitura, esssa jornada para se tornar uma pessoa mais feliz foi dividida em doze passos, chamados de os “Doze Passos Para a Felicidade”. São todos passos simples de compreender e assimilar, o desafio passa ser o de aplicá-los no dia a dia para aumentar a felicidade.

Lançamento: a Editora Nova Século lancará o livro em todo o Brasil no final de Outubro desse ano.  Mais sobre a editora: www.novoseculo.com.br

DEPOIMENTOS: Há muitas pessoas queridas em nosso país que são focadas em fazer do Brasil e do mundo um lugar melhor, mais humano e mais feliz. São atores, esportistas, empresários, cantores, pessoas conhecidas e de todos os ramos.

Reservei um espaço dentro do meu livro para algumas delas documentarem os seus depoimentos sobre o livro e sobre o assunto “felicidade” já que também compartilham comigo do objetivo de trabalhar por um Brasil mais feliz e mais humano. Elas receberam o livro para leitura antes de ser publicado.

Assim que adquirir o livro (estará disponivel em todo Brasil no final de Outubro) e fizer a leitura, convido você também a deixar aqui registrado o seu depoimento sobre o livro e sobre o assunto “felicidade”. Para deixar seu depoimento, basta adicionar um comentário sobre esse post. Seu depoimento, em todo ou em parte, poderá fazer parte da versão impressa do livro em suas próximas edições! Nesse caso seu nome e sobrenome serão publicados também.

 

“Acredito que o caminho para felicidade, nós o construímos diariamente. Neste livro, Giuliano Milan, nos ensina como buscar pela felicidade, aprender a construí-la e não perdê-la! Parabéns, Giuliano, que você fale para muitos e principalmente para o coração de todos!” (Fafá de Belém, cantora)

 

“O tema abordado é universal; “A busca pela felicidade”, e, portanto, não pode se pretender original, mas reside justamente ai a maior qualidade do livro, ou seja, não é pretensioso, apresenta um tema, do ponto de vista do autor, sem querer impor nada, mas ao contrário, o Giuliano, desde as primeiras páginas e com a proposta do primeiro exercício, deixa claro que a felicidade é uma coisa subjetiva, que existe um caminho que leva até ela, e um método que pode tornar essa jornada mais agradável, produtiva e eficiente. Mas, que as vivências de cada um irão se encarregar de dar a cor a essa jornada. É Preciso Pouco Para Ser Feliz mostra a maturidade e o rigor de um autor que sabe onde deseja chegar, mas não se torna hermético. ao contrário, se abre e convida o leitor a mergulhar no mundo do autor, sem abrir mão de suas vivências. O resultado deste mergulho é a descoberta de um novo mundo, um híbrido entre o mundo do autor e o mundo do leitor. Que não se confunda o fato do livro ter sido escrito e direcionado ao grande público, com superficialidade literária,pois, ao abrir mão da pretensão e se ater ao conteúdo, o Giuliano, de forma leve, agradável e segura, está sim dialogando com vários outros autores que em vários momentos da história se debruçaram sobre o tema felicidade e sobre a subjetividade humana. Se fosse preciso conseguiria, sem grande dificuldade, traçar um paralelo e identificar pontos de convergência entre É Preciso pouco Para Ser Feliz, e teorias filosóficas ou existenciais de homens como Protágoras (O homem é a medida de todas as coisas), Martim Heidegger (A vida do homem na sociedade moderna se estrutura em um tripé; fatalidade, existencialidade e ruína),Sartre (O homem é responsável pela suas escolhas),Saint Exupery (Na singela passagem do principezinho pelo jardim das rosas vermelhas) e Paulo Coelho (O segredo da felicidade está em não esquecer sua “Lenda Pessoal”), isso só para citar alguns.” (Julio Kadetti, professor e dramaturgo)

 

 

“Ler o livro do Giuliano me faz repensar sobre minha vida e meus ideais. Uma coisa eu aprendi no tênis: eu consigo aprender de tudo, consigo aprender a gostar do novo e das mudanças. Adoro experimentar coisas novas. Concordo com ele que precisamos aprender a lidar com a felicidade. Vi que a felicidade sempre bate à minha porta, mas nem sempre sei como lidar com ela e, às vezes, ela vai embora. Realmente desenvolver nossos talentos é uma fonte de felicidade. Eu aprendi, e ainda aprendo, sobre meus talentos tentando, arriscando, errando e acertando. Acredito que devemos arriscar e aprender a reconhecer nossos talentos. E mesmo se tentamos e percebemos que não somos talentosos para tal coisa, é só partir para a próxima que o passado servirá de experiência e com certeza será útil um dia. Busco, a cada dia, ser uma pessoa melhor e mais feliz e desejo o mesmo a todos!” (Vanessa Menga, tenista)

“O Giuliano consegue, com uma clareza singular, transmitir aquilo que hoje mais precisamos aprender por meio de um texto descomplicado. Este livro me incentivou a não perder tempo e colocar o conteúdo imediatamente em prática. É Preciso Pouco Para Ser Feliz, é simples assim!” (Bianca Rinaldi, atriz)

“Amei o livro do Giuliano e os seus passos da felicidade: seguir a motivação; saber o que quer; liberar a criança interior; apreciar; aprender, crescer e mudar; cultivar o amor; falar bem de si como dos outros; relaxar e sorrir; desenvolver talentos; criar, criar, criar; e viver brincando. Pratico e recomendo, com sorriso de felicidade no rosto.” (Tiago Santiago, autor de novelas).

“O que o Giuliano escreve acalma minha alma e o meu coração, me faz parar para prestar atenção. Se todos nós pararmos para prestar atenção, nossas atitudes serão melhores e, com certeza, vamos construir um mundo melhor para todos. Entendo que a vida não é sempre um mar de rosas, mas depois de ler seu livro vi que ela pode ser transformada sim em rosas, só depende de nós mesmos. Alcançar nossa fonte de felicidade, às vezes, pode parecer muito difícil, quase impossível se só olharmos para as circunstâncias que nos cercam. Pode parecer um caminho cheio de abismos e armadilhas, mas com as pérolas de sabedoria e motivação do Giuliano caminhar, com certeza, se transforma em uma grande e inesquecível aventura. Obrigada por me ensinar com suas palavras a ser um ser humano melhor.Essa é a minha busca diária: ser uma pessoa melhor e ajudar ao próximo de coração puro, pois assim veremos a face de Deus que está nas coisas mais simples da vida.” (Gisele Fraga, atriz)

 

“O trabalho de Giuliano Milan deixa claro que viver e ser feliz é muito mais fácil do que se imagina. Ou, pelo menos, a busca é mais simples do que tendemos a acreditar. Na verdade, em poucas linhas, ele chama a atenção para o fato de que a vida vai passando e, na correria do dia a dia, as pessoas não param para pensar. As atribulações, os problemas, as obrigações… Tudo isso ocupa a nossa cabeça todos os dias, sem um instante de folga. O texto deixa claro que pensar na vida, nos objetivos, no que nos traz felicidade é passo fundamental para mudar o jeito de encarar a loucura em que se transformou o viver no mundo moderno. E que a vida é muito mais simples de ser encarada do que este Século XXI parece demonstrar. Através dos 12 passos descritos no livro, Giuliano Milan ajuda cada pessoa a abrir espaço no dia para pensar em si mesmo, nos objetivos que levam à felicidade e, quase como consequência, a diminuir esse ritmo para que coisas mais agradáveis ocupem mais espaço no nosso caminhar pela existência. Prazer, aprendizado, crescimento pessoal, doação… Mudar o foco das preocupações certamente tornará a tarefa de “busca da felicidade”, que parece atormentar o ser humano todos os dias, numa tarefa mais tranquila e simples.” (Milton Leite, jornalista)

“Lendo o livro de Giuliano, só me fez ter a certeza de que realmente eu precisei muito pouco para ser feliz! Posso dizer que conquistei minha felicidade. Construí uma vida cheia de realizações profissionais, sonhos alcançados, mas sobretudo, conquistei uma família linda, que me dá suporte, me enche de alegrias, ilumina nosso lar. Minha felicidade está em pequenas coisas, num sorriso dado, numa palavra amiga, numa ajuda ao próximo, num abraço apertado. Minha felicidade veio da nforma mais simples: O amor” (Maurício Lima, jogador de vôlei)

“O objetivo de todo o ser humano é encontrar a tão sonhada felicidade. O importante, segundo Giuliano Milan,é entender e saber como construir a nossa própria felicidade. Se não estamos felizes, é hora de traçar novos planos, buscar outros objetivos e trilhar um novo caminho. Para sermos felizes com o que temos e com aquilo que somos, não precisamos buscar uma receita pronta, basta seguirmos alguns simples passos, que nos tornarão uma pessoa melhor, mais calma, tranquila e, portanto, digna de ser feliz. Para ser feliz, precisamos seguir a nossa motivação, saber o que queremos realmente dessa vida, compreender que ela é mais simples do que imaginamos e que basta estarmos vivos para encontrar as respostas que buscamos. Necessitamos amar a nós mesmos e saber que somos o nosso melhor amigo e conselheiro. Falar bem de si mesmo, seja em pensamento ou para os outros, nos faz sentir o gostinho da felicidade. Precisamos também liberar, dar vida à nossa criança interior, observando as pessoas, querendo sempre aprender coisas novas, fazendo muitas perguntas, rindo e brincando, tornando a nossa jornada mais leve e, por esse motivo, mais criativa e dinâmica. Nossa parte criança é sincera e resgatar essa sinceridade, é um passo importante para a busca da felicidade. Pessoas com uma energia positiva, que amam e respeitam os outros, que só se manifestam com gestos e palavras de apreciação, estão no caminho certo e por esse motivo só irradiam felicidade e harmonia. Precisamos também aprender a trazer o “novo” para a nossa vida todos os dias. Apreciar e acolher as novidades e mudanças, só nos faz crescer e caminhar cada vez mais para uma vida plena. O trabalho excelente de Giuliano, nós mostra que ninguém nasceu para ser infeliz. Somos determinados para o prazer de viver, para viver com leveza e bom humor, para expressar os nossos sentimentos através de nossas criações e projetos. Nascemos para a liberdade, para a alegria, para sermos felizes, cultivando o amor, sorrindo, estando relaxados e em paz. Alguns bloqueios internos, algumas armadilhas que armamos para nós mesmos, nos desviam do caminho correto. Temos que voltar nossos olhos para dentro de nós, estarmos em contato constante com o nosso coração, reconhecer nossos sentimentos e pensamentos, conhecer nossos próprios limites, mas também, os nossos anseios e sonhos. Agradeço a Giuliano Milan por me fazer ver e principalmente sentir que é preciso muito pouco para ser realmente feliz!” (Rodrigo Faro, apresentador de TV)


Trackbacks/Pingbacks

  1. TOPBLOG 2010 | Educação - Janeiro 30, 2011

    […] Depoimentos: no final do livro há depoimentos de algumas pessoas de sucesso que leram o livro antes mesmo de ser publicado. Para ler depoimentos na íntegra e para deixar também o seu depoimento sobre o livro clique aqui […]

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: