Como controlar a ansiedade

Assunto: como controlar ansiedade, como lidar com a ansiedade

Resposta: Falo um pouco sobre a importância de estarmos em paz para conseguirmos sentir felicidade no meu livro “É Preciso Pouco Para Ser Feliz. Na verdade, felicidade precisa de tranquilidade e de paz para conseguir existir em nossas vidas. Por isso que felicidade não pode ser confundida com euforia, euforia não deixa de ser também um aspecto de ansiedade. Ansiedade, portanto, afeta a sua capacidade de ser feliz e também afeta a sua empregabilidade. Estar consciente sobre a importância de diminuir a ansiedade e aprender novas formas de lidar com ela já um grande passo, parabéns por isso! ]

Tenho um livro já escrito que será publicado nos próximos anos dedicado inteiramente ao assunto ansiedade. Ele ensina técnicas para controlar e diminuir nossas ansiedades.

Todas as vezes que estamos ansiosos, se você prestar a atenção, você está focado no momento futuro ou passado, e não no momento presente. Seja por medo de algo que vem a frente, medo de um futuro  próximo ou distante que seja ruim e negativo. E isso gera ansiedade. Uma técnica para diminuir a ansiedade é aprender a focar a sua consciência no momento presente. Para isso, pergunto as pessoas: o que fazemos o tempo todo no momento presente? Respirar!

Inspiramos e expiramos o tempo todo e a todo momento, e fazemos isso sempre no momento presente. Portanto, prestar a atenção na sua respiração trará sua consciência e atenção para o momento presente, acalmando-o. Faça isso diariamente. Se quiser, faça um exercício de contar as suas respirações durante o dia. Ao acordar, conte dez ou vinte respirações e depois siga com o seu dia. Na hora do almoço, conte novamente dez ou vinte respirações.

Talvez no inicio contar vinte respirações seja difícil e você notará que perde sua concentração, ainda mais nos dias agitados. Mas com a pratica diária desse simples exercício de contar respirações você sentirá sua ansiedade diminuindo.

Claro que essa é apenas uma técnica, existem outras tão importantes quanto essa que podemos usar diariamente para controlar nossas ansiedades, mas esse espaço aqui é limitado para dividí-las. Para alguns, momentos diários de oração, meditação, yoga e outras técnicas ajudam e muito nesse sentido.

, , , , , ,

5 Comentários em “Como controlar a ansiedade”

  1. Celi Diniz
    Outubro 11, 2010 às 4:57 pm #

    Muito interessante, gostei da materia, afinal, a luta contra a ansiedade pessoal é uma batalha do ser humano em geral.
    Leio bastante, no momento estou lendo “Treinando a Emoção para ser Feliz” de Augusto Cury, conhece?
    Gostei também da sua frase ” O silencio nutre a alma e acalma o coração”
    Continuo te acompanhando no twitter….absss.

  2. João
    Outubro 18, 2010 às 3:20 pm #

    Vou falar aqui sobre minha experiência pessoal no controle da ansiedade.
    O que me salvou de ataques de ansiedade, multiplicados por medicamentos mal-receitados por um psiquiatra fajuto (o que me rendeu dois dias de ansiedade altíssima e constante, a ponto de eu quase ser internado, foram os dois piores dias da minha vida), foi uma breve conversa com uma psicóloga que me deu explicações bastante esclarecedoras sobre a ansiedade. Segue abaixo o que ela me ensinou.
    A ansiedade é uma resposta natural do corpo a uma possível ameaça. Quando ocorre um pico de ansiedade, é impossível contorná-lo totalmente sem medicamentos fortíssimos. Por isso, não é bom pensar em controle da ansiedade , uma vez que isso só torna pior o acesso de ansiedade. Detectar esses picos de ansiedade é muito importante. Ao detectá-los, podemos encontrar métodos para evitar que nossa mente se fixe na ansiedade em si. Eu, pessoalmente, tomo água, fecho os olhos, respiro, mas definitivamente não penso em expulsar a ansiedade. Deixo que o nível de ansiedade volte ao normal naturalmente. Até hoje aprendo a lidar melhor com a ansiedade, e faço com que ela seja algo positivo para mim (uma energia extra!).
    Ao invés de controlar a ansiedade, eu lido com ela. Não ficar muito tempo parado (física ou mentalmente) ajuda bastante.

    • giulianomilan
      Outubro 19, 2010 às 12:16 am #

      Obrigado João pela sua contribuição ao tópico. Como escritor tomo muito cuidado com as palavras que uso sempre, afinal palavras podem ser interpretadas de forma diferente por cada pessoa. Por exemplo, ajudar alguem a controlar suas finanças para algumas pessoas pode ser igual a dizer que vamos ensinar essa pessoa a como lidar ou administrar suas finanças, para outras, pode significar que vamos ajudá-la a aprender a controlar os gastos e a gastar menos. Acho ótima a abordagem que voce recebeu dessa psicologa, não acho que ansiedade seja algo ruim que precisa ser combatida ou expulsa de nossas vidas. Concordo com voce que precisamos achar formas e mecanismos de aprender a lidar com ela como você muito bem mencionou.
      Lembro-me de uma vez que estava muito gripado, muito gripado mesmo. E como fazemos muitas vezes quando estamos doentes, tentamos combater a nossa doença. Lembro-me que no meio da minha gripe, quando estava meditando, veio a ideia de amar a minha situação e a gripe que estava ali. O fato de amar a minha gripe, algo novo para mim até aquele momento, me ajudou a ter muito mais qualidade de vida durante aqueles dias do que a estrategia de tentar expulsar a gripe dali. Acredito que o mesmo vale para a ansiedade, escrevi um livro sobre como curar suas ansiedades onde na verdade ensino formas das pessoas se relacionarem com a ansiedade sob uma nova perspectiva.

  3. Vladimir
    Novembro 9, 2012 às 1:20 am #

    Vou me identificar como Vladimir. Sofro de ansiedade generalizada, faço terapia e uso pondera 20mg. Após crise, decide me tratar. Ocorre que o tratamento (seja farmaco ou terapeutico) parecem estar apenas mascarando o problema. Quando me vejo diante da situação que me leva a crise (e é uma situação especifica um medo determinado) lá está ela, me avisando que ainda está por perto e que não desistirá facilmente. Já pensei em largar tudo, terapia, remédio e passar a conviver com essa coisa. No entanto não só crises de ansiedade esporádicas, quando a coisa aperta vivo com a crise o tempo todo, parece que é um estado e não apenas picos. Gosto dos medicamentos porque eles me injetam ânimo e a terapia nem sei bem pra que serve. Conversei com um psicólogo que me disse existirem técnicas que curam a ansiedade, estou esperando por elas, mas parece que nunca chegam….

    • giulianomilan
      Novembro 12, 2012 às 8:05 pm #

      Olá Hugo, existem sim tecnicas que podem auxilia-lo a lidar melhor com a sua ansiedade, pergunte ao seu médico e psicologo para indicar e sugerir tecnicas que podem ajudá-lo. Algumas que sei que funcionam para algumas pessoas: pratica regualar de exercicios, yoga, pilates, meditação… Mas o melhor mesmo é perguntar ao seu medico e psicologo que acompanham de perto o seu caso.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.712 outros seguidores

%d bloggers like this: