Como descobrir nossos talentos ?

(Assunto: dicas de como descobrir os seus talentos)

Giuliano: Os nossos talentos estão dentro de nós, seja o talento para escrever, atuar, pintar, esculpir, administrar, inventar e assim por diante. Acredito que todos os seres humanos, mesmo os gêmeos univitelinos, são seres únicos com talentos e preferências únicas. Se observarmos a natureza a nossa volta, o espaço e as galáxias, perceberemos que a vida é feita de pura diversidade, e uma infinita diversidade!

Entender que você tem, sim, talentos únicos é o primeiro passo para despertá-los. O segundo passo é compreender como um talento é despertado. Uma comparação que gosto de fazer é o ato de plantarmos uma semente. No começo, é apenas uma pequenina e frágil semente. É preciso plantá-la, regá-la e ter muita, muita paciência para esperar que ela floresça no seu próprio tempo para que, um dia, dê frutos de forma constante e estável. Para despertar nossos talentos, precisamos estar muito atentos então ao fator tempo!

Além do fator tempo, outro fator importante é se observar para saber o que você gosta de fazer, o que lhe dá felicidade. Como nossos talentos estão dentro de nós, a auto-observação é importantíssima, e apenas nós mesmos podemos fazer isso. Quando você observa o que gosta de fazer, você então precisa arriscar e seguir seu coração para explorar mais essa atividade que gosta tanto de praticar. Por exemplo, uma pessoa que gosta de administrar terá que se arriscar para administrar seja eventos ou projetos. Só assim poderá  conhecer e desenvolver mais seu talento para administrar. Essa jornada de exploração de nossos talentos é feita de muitas tentativas e, consequentemente, de erros e acertos! Por isso a importância de estarmos abertos para o simples ato de tentar e experimentar. As melhores invenções da humanidade foram frutos de tentativas, de erros e de acertos.

Com o tempo e com a exploração dos seus talentos, você começará a refiná-los e lapidá-los até o ponto onde eles poderão gerar frutos para você, frutos como dinheiro, realização profissional, capacidade de ajudar os outros e assim por diante. Todos os nossos talentos verdadeiros geram efeitos positivos, quando usados, na vida das pessoas, sempre!

Para aqueles que estão iniciando agora essa jornada de buscar descobrir e despertar os seus talentos, sugiro um exercício simples de visualização. Como disse, se nossos talentos estão dentro de nós, é para dentro de nós que precisamos focar nossa atenção. Esse exercício de visualização é bem simples e utiliza a nossa imaginação. Eu mesmo  utilizei durante anos esse exercício, desde meus dezoito anos de idade, em uma época que não tinha idéia dos meus talentos ou como poderia criar uma carreira com eles. Esse exercício pode ser feito de olhos abertos ou fechados, como preferir.  Imagine que você está segurando nas mãos uma esfera que contém seus talentos. Tente observá-la, use a sua imaginação. Você pode imaginar que dentro dessa esfera há luz e várias sementes que representam seus talentos. Se você acreditar em Deus ou em uma força superior, visualize entregando essa esfera para essa força superior.  Esse simples exercício de imaginação pode tornar mais concreto algo que ainda é abstrato para aqueles que não têm idéia de quais são seus talentos ainda. Fazer esse exercício de visualização me tranquilizava no começo de minha jornada de exploração dos meus talentos.

Fazer esse simples exercício de visualização já é um excelente começo de jornada! Além de praticar esse exercício, esteja atento ao seu coração e as coincidências da vida. Permita-se tentar coisas novas, cursos novos, novas atividades que possam abrir novos horizontes. Curta essa jornada de descobertas!

Gosto de acreditar que fazemos parte da vida. O que quero dizer? Há pessoas que acham que elas não fazem parte da vida, pessoas assim acreditam que são elos soltos e desconectados do mundo. Mas se observarmos cientificamente, tudo está conectado, nossas células, nossos átomos, ou seja, de alguma forma estamos conectados também com tudo que há ao nosso redor, pessoas, natureza e assim por diante. Nesse sentido, de alguma forma a vida a nossa volta conversa conosco momento a momento e é importante estarmos atentos e ter sensibilidade para observar essa comunicação.

Lembro-me que comecei a me inquietar para descobrir o que gostava e tinha talentos para fazer com dezoito anos de idade, ainda na faculdade. Não saber o que gostaria e tinha talentos para fazer era algo até desconfortável, afinal queria ser feliz e ganhar dinheiro fazendo o que gostava! Fazia faculdade de administração de empresas e, paralelamente, comecei a tentar novas atividades que gostava. Fiz um curso de direção, roteiro e produção de cinema durante meus fins de semana. Fiz curso de canto já que na época falava muito em público no emprego que tinha. Estava explorando novas áreas e novos talentos.

Nessa época, surgiu em minha faculdade a oportunidade para fazer intercâmbio, ou seja, estudar um semestre fora do país em outra faculdade de administração. Sempre gostei de viajar e morar fora, então lá fui eu. Para resumir minha historia, fui parar no Canadá para estudar. A Faculdade que me recebeu lá tinha um programa de boas vindas para alunos estrangeiros. Nesse programa de boas vindas, cada aluno era recepcionado por um funcionário da Universidade e permanecia, nas duas primeiras semanas, hospedados na casa desse funcionário para conhecer melhor a cultura local. Coincidentemente, caí na residência de uma senhora, diretora da faculdade de administração de empresas. Ela era Phd em Comunicações. Parecia que nos conhecíamos há muito tempo e tanto ela como a família dela gostaram tanto de mim que foi lá que morei durante toda a minha estadia no Canadá.

Nesse tempo que estava no Canadá, tudo que passava pela minha cabeça era descobrir o que eu gostava e tinha talentos para fazer, queria investir em uma carreira que me trouxesse felicidade. Lembro das minhas inquietações, queria respostas e só tinha perguntas sobre meus talentos! Mas hoje vejo que as respostas estavam ali na minha frente trazidas pela vida!! Veja como: essa senhora estava escrevendo seu primeiro livro e me pediu para ajudá-la a compilar algumas informações. Ela tinha muitos amigos, amigos escritores, que conviviam com ela em sua casa e, portanto, conviviam comigo que estava lá. Ela era professora de comunicações na faculdade de administração que estudava e fez questão que fizesse a matéria dela. Eu não queria fazer, não estava no meu currículo para fazer e era muito puxada. Mas como morava com ela, não quis desagradá-la, então aceitei. E era puxada mesmo. Tinha que ler um livro por semana! Além disso, tinha que escrever resumos críticos sobre esses livros de, no mínimo, seis paginas cada e tudo em inglês e apresentá-los para os outros alunos! Nunca escrevi tanto em minha vida, nunca fiz tantas apresentações em público  e nunca aprendi tanto como escrever e falar em público. Nas horas vagas, ajudava essa senhora a compilar seu livro que, aliás, foi publicado e hoje ela é uma escritora top seller famosa no Canadá inteiro.

Na época em que morei no Canadá, nem percebi como a vida estava falando comigo. Voltei para o Brasil e continuei a minha jornada de exploração de meus talentos e tudo me levou para onde estou. Hoje sou escritor, amo escrever e dar palestras. Por isso que digo que é importante perceber que fazemos parte da vida e que a vida conversa conosco sim, precisamos apenas estar atentos a isso!

6 Comentários em “Como descobrir nossos talentos ?”

  1. Flavia
    Abril 24, 2012 at 3:59 am #

    Excelente depoimento! Prestarei mais atenção ao meu redor, estou precisando

  2. GIL CARDSOSO
    Dezembro 8, 2012 at 11:09 pm #

    Cara isso tem sido o meu enigma a desvendar, já estou com a idade de cristo e ate agora não conseguir desvendar esse mistério. Eu encontrei esse blog porque justamente estava na minha procura, procurando algo que pudesse me ajudar nisso, e seus depoimentos fortalece ainda mais o que já tinha descoberto como caminho, eu chego lá.

    • giulianomilan
      Dezembro 10, 2012 at 1:25 pm #

      Gil, nunca muito tarde nem muito cedo para buscar por respostas! Boa sorte nessa busca e felicidades

      • Poliana
        Fevereiro 19, 2013 at 7:58 pm #

        Giuliano, também estou nessa caminhada, passei por tres empregos em dois anos, não consegui me sentir parte de nenhum deles, hoje me sinto muito mal pq tenho a sensação de que estou me engando e enganando a empresa, pois não estou motivada nem satisfeita com o trabalho que realizo, quero pedir para sair, mais ao mesmo tempo me vem a pergunta: “O que vou fazer?” Preciso do salário, além disso preciso também me firmar profissionalmente, sempre achei que sabia o que queria, mais de uns tempos pra cá, estou totalmente insegura de mim, e do que gostaria de ser, vou tentar praticar o exercício e ver o que consigo melhorar…

      • giulianomilan
        Fevereiro 19, 2013 at 8:35 pm #

        Boa sorte Poliana, vai dar tudo certo! Pensamento positivo, atitude positiva, foco nas repostas que você busca e muita persistência que você chega onde quer,
        abraços

  3. adriana
    Março 11, 2013 at 12:18 am #

    Ola Giuliano, muito bom o texto, é bom quando conseguimos encontrar o que gostamos de fazer. Estou bem nessa fase e por isso estou procurando textos como esses para ver se mi inspiram.

Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 1.716 outros seguidores

%d bloggers like this: